terça-feira, 22 de julho de 2014

27-"Andava metido na droga. Consumo e tráfico."

-Mas o que é que queres dizer com isso?-Perguntava eu à Marta.

-A minha mãe tem outro filho.

-Tens um irmão?

-Meio irmão.

-Eu também. Será ele?

-Não sei. Eu pouco me lembro dele.

-Ele chegou a viver contigo?

-Sim mas aos 18 anos a minha mãe expulsou-o de casa.

-Porque?

-Andava metido na droga. Consumo e tráfico.

-Depois disso nunca mais o viste?

-Vi. Três anos depois ele voltou para pedir ajudar à minha mãe para fazer um tratamento mas ela não ajudou nem o deixou cá ficar em casa. Eu tinha 14 anos nessa altura também não pude ajudar.

-E depois disso?

-Depois disso deve ter continuado a meter-se na droga e um ano depois soubemos que foi preso.

-Ainda está?

-Não sei mas acho que sim. A minha mãe nunca me deixou ir vê-lo.

-Sabes em que prisão está?

-Não.

-Quero encontrá-lo mas como é que eu vou descobrir?

-Calma amor. Eu posso ajudar.-Disse o Enzo.

-Como?

-Eu tenho um amigo que é policia e ele pode nos ajudar.

-A sério?

-Sim. Marta, sabes como é que chama o teu irmão?

-Martin.

-E a idade?

-Deve ter 27 ou 28 anos.

-Está preso há cerca de 6 anos certo?

-Sim.

-Eu vou ligar ao meu amigo.-Disse ausentando-se.

-Marta, obrigada por teres contado isto. Ele pode não ser mesmo meu irmão mas é filho do meu pai e eu quero conhecê-lo. E agora com isto que me contaste, quero ouvi-lo e ajudá-lo  se for preciso.

-Sempre me ajudaste em tudo. Eu não podia agora não te ajudar e mentir-te.

-Obrigada por isso.És a melhor amiga que eu podia ter.-Disse abraçando-a. Alguns segundos depois o Enzo voltou.

-Então?-Perguntei eu.

-Ele disse que vai tentar descobrir onde está e que assim que tiver informações me diz onde é que ele está.

-Obrigada!-Disse dando-lhe um beijo na bochecha.

-Ainda bem que pude ajudar. Agora vou andando.

-Não vais ter problemas com a tua mãe?

-É provável mas não te preocupes.

-Preocupo sim. Se precisares de alguma coisa liga-me.

-Eu depois mando-te uma mensagem.

-Fico à espera.-Despedimo-nos e ela saiu. Aproveitei para ligar logo a seguir à minha irmã a contar as novidades todas

-Agora vais descansar!-Disse-me o Enzo, depois de eu ter desligado a chamada.

-Porque?

-Não te esqueças que estás grávida. Andas toda stressada com isto e isso não faz bem.

-Sim, tens razão. Hoje não vou pensar mais nisto e vou descansar.

-Eu hoje tenho treino mas só às cinco. Depois tenho de lá ficar a dormir.

-Então ainda temos umas horinhas só para nós. Amanhã tens jogo certo?

-Sim.

-Posso ir?

-É em Setúbal.

-E não posso ir na mesma?

-Podes. Mas sozinha não.

-Vou falar com a minha irmã, com a Laura e a Tamara.-Ainda tinha convivido pouco com as namoradas e mulheres dos outros jogadores mas a namorada do Ezequiel e a mulher do Nolito era com quem me dava melhor.

-Sim,faz isso.

. . .

Até às 16h a tarde foi só para nós e para descansar. Filme, pipocas, mimos e descanso. Depois o Enzo foi para o treino e deixou-me em casa da minha mãe. Não quis ficar sozinha em casa e em casa da minha mãe tinha os  mimos dela.  E foi assim mesmo que se passou a noite, com os meus pais a recordar a infância e a ser mimada por eles. Os mimos dos pais  são sempre os mimos dos pais.

No Dia Seguinte...
Acordei era 12h, acordar sem o Enzo era muito estranho, já me tinha habituado a acordar com ele ao meu lado. Levantei-me, tomei um banho e fui até à sala onde a minha mãe já punha o almoço na mesa.
-Bom Dia Filha!-Disse a minha mãe.

-Bom Dia Mãe! Bom Dia Pai!

-Bom Dia!-Disse o meu pai.

-Dormis-te bem?-Perguntou a minha mãe.

-Sim. Já tinha saudades do meu quarto e da minha cama.

-E nós de te ter aqui em casa.-Disse a minha mãe.

-E eu...-Caminhei até perto do meu pai e sentei-me no colo dele.-...do vosso colo!

-E eu saudades de te ter no colo.-Respondeu o meu pai, fazendo com que nos ríssemos todos.-Serás sempre a minha bebé.

-Já cresci mas vou continuar a gostar sempre dos vossos mimos e do vosso colo.-Eles sorriram e depois fomos todos para a mesa.

...
Tinha chegado  a hora do jogo. A minha irmã tinha-me ido buscar a casa dos nossos pais e fomos até a Setúbal. Era o segundo jogo da temporada 2012/2013. Lá encontrá-mos a Tamara e a Laura tal como tínhamos combinado.
O 11 inicial começou a ser dito e para surpresas e preocupação da minha irmã, o Nico não estava nem no 11 inicial nem no banco de suplentes.
-O Nico? Será que aconteceu alguma coisa?

-Calma!

-Eu vou tentar saber alguma coisa!-Disse levantando-se. Nesse preciso momento ele apareceu. Vinha com o pé ligado e de moletas.-O que é que aconteceu?-Perguntou  a minha irmã aproximando-se dele.

-Entorse ligeiro mas vou agora ao hospital para fazer uma radiografia. 

-Eu vou contigo!

-Não é preciso!

-É sim! Eu quero!-Despedimo-nos deles e concentrámo-nos no campo onde a equipa começava a entrar.

Às 17:00 o jogo começou e logo aos 14 minutos surgiu o primeiro golo com um grande remate do Rodrigo que só parou dentro da baliza. Apesar do grande domínio do Benfica, o segundo golo só apareceu aos 30 minutos pelo Salvio. Já perto do intervalo foi a vez do Enzo colocar a bola no fundo das redes deixando-me com um grande sorriso e ainda mais orgulhosa dele.

-Olha o sorriso dela!-Disse a Tamara, assim que o árbitro apitou para o intervalo.

-Tenho tanto orgulho nele!-Respondi a sorrir.

-E dedicou-te o golo!-Disse a Laura.

-Só falta os vossos meninos marcarem!-A segunda parte tinha começado e concentramo-nos no jogo.

Durante a segunda parte o V. Setúbal conseguiu controlar um pouco o jogo e o Benfica só voltou a marcar aos 67 minutos pelos pés do Nolito, 1 minuto depois de o Enzo ser substituído. O Rodrigo bisou e fechou o marcador aos 80 minutos.
-Só o faltou o Ezequiel marcar!-Disse eu.

-Pois foi! Ele só marca golos na Luz!-Saímos das bancada e fomos até aos nossos carros onde esperámos 20 minutos até começarem todos a sair.

-Buenas Noches!-Disseram eles. O Enzo aproximou-se de mim e deu-me um beijo. Despedimo-nos uns dos outros e fomos os dois para o carro do Enzo.

-A tua irmã?

-Foi com o Nico para o hospital.

-Aquilo é um entorse ligeiro.

-Espero que sim.

-Eu estava a perguntar por ela porque quando cheguei ao balneário tinha uma chamada daquele meu amigo que é policia.

-E então?

-Eu liguei-lhe antes de vir ter com vocês e ele conseguiu descobrir a prisão onde ele está.

-Podemos ir lá amanhã?

-Podemos. Mas prometes que vais ter calma e não ficas muito ansiosa?

-Sim.-O Enzo arrancou e pelo caminho aproveitei para ligar à minha irmã a combinar tudo. Ela ainda estava no hospital com o Nico mas já estava um pouco mais descansada porque com apenas uma semana de descanso ele fica bom.

Voltámos a casa e foi um pouco difícil não passar o resto daquele dia ansiosa por saber que amanhã iria conhecer o meu irmão.

No Dia Seguinte...
Acordámos eram 10h, vestimo-nos e saímos em direcção a casa da minha irmã e só depois em direcção à prisão.
Assim que lá chegamos demos o nome dele e de seguida encaminharam-nos até uma sala onde estavam vários presos sentados com as suas visitas. O meu olhar percorreu todas aquelas mesas, apenas em uma estava um rapaz sentado sozinho. O guarda apontou para ele, dando-nos a certeza que era ele.
Estava com ar abatido e enquanto caminhávamos para junto dele, reparei num grande corte que tinha no braço.
-Enzo?-Perguntou ele, assim que chegámos perto dele.

-Martin? Tu?

-Mas...vocês conhecem-se?-Perguntei eu.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------
Olá a Todas!
E este foi mais um capítulo! Gostaram? Espero que sim!
De onde é que acham que o Martin conhece o Enzo? Fico à espera das vossas opiniões!
Besos!

4 comentários:

  1. Olá :)
    Bem que capitulo :O
    Mas o Enzo e o Martin conhecem-se?...bem que cena :o
    Próximo sff bjs

    ResponderEliminar
  2. Olha :o conhecem-se :o
    Boa tarde ( é melhor começar assim ) , drogado isso é sempre positivo!
    1º - descobrir que se tem um irmão deve ser uau! E a mãe dele não o ter ajudado é que foi muito mau! Mãe é mãe a ajuda sempre. Isso foi muito fora lá da parte da mulherzinha.
    2º - Coitadito lá do Nico,, agora a Catarina dá-lhe um tratamento especial
    3º - Ou o Enxo já foi um drogado ( Estou a brincar!!! Ele não tem pinta disso), ou o Enzo o conheceu lá na street , ia a passar e viu-o ou...ou...se calhar conheceu-o lá na argentina e foram amigos.
    Espero o próximo para retirar as minhas duvidas!
    Beijitooooooooo :* Rita

    ResponderEliminar
  3. Oiiii bonequina!
    opá tu deves querer que o meu coração pare! então mas agora o irmão foi um drogado, não teve ajuda de ninguém, está preso e ainda conhece o Enzo?! tu és demais, és mesmo. Tou para ver o que vai sair daqui, deve ser genial como sempre, vá quero o próximo muito rápido guapa, te quiero mucho <3

    ResponderEliminar